25 Mai
Viseu

Cultura

Galo Cant’às Duas: “Estamos a adaptar-nos e a pensar noutras formas de chegar às pessoas”

por Redação

23 de Maio de 2020, 08:30

Foto Foto D.R./Rafael Farias

CLIPS ÁUDIO

Em 2015 juntavam-se Gonçalo Alegre e Hugo Cardoso para formarem a banda Galo Cant’às Duas.

Para este ano, 2020, a agenda já se encontrava bem preenchida, mas como tantos outros artistas viram-na a ficar suspensa. Agora, é hora de “pôr as mãos à obra” e tentar arranjar novas soluções para disseminarem a sua música. “Houve muitos concertos a serem cancelados, principalmente festivais, e alguns concertos singulares serem adiados por data ainda a definir”, começa por contar Hugo Cardoso, baterista. “Estamos agora a tentar ver isto de outra forma e, talvez, apontar para o fim do ano [espetáculos]. Mas a verdade é que nada é certo. Acaba por ser uma incerteza muito grande no que diz respeito a este ano”, acrescenta.

“Estamos a adaptar-nos e a pensar noutras formas de chegar às pessoas, o que pode ser um ponto positivo porque nos obriga a sair da zona de conforto apesar desta azáfama toda”, afirma o baterista. O objetivo é conseguirem encontrar soluções para não estarem o resto do ano “em branco”.

Por enquanto não está previsto o lançamento de um novo álbum, até porque ainda veem “muito potencial” no último trabalho (Cabo da Boa Esperança), mas vêm aí surpresas. “Há coisas que vão sair brevemente e estamos a trabalhar para elas. Não sabemos bem quando, também estamos a tentar perceber a ‘onda’ do mercado e como se está a adaptar”, revela Hugo Cardoso.

O Galo Cant’às Duas voltaram, recentemente, a juntar-se no estúdio “com todos os cuidados” para dar continuidade às produções que têm vindo a desenvolver. “Estamos com outras ideias para dar outra roupagem ao álbum. Um espetáculo diferente ao vivo também. Estamos a pegar nos temas todos que já temos e a trabalhá-los de outra maneira para um espetáculo”, conta o músico.

Brevemente poderá ouvir novos singles, contudo ainda não há datas definidas. A banda está, também, a focar-se em lançar clipes e temas novos com participações, algo que nunca fizeram.

Quanto à adaptação às plataformas digitais, Hugo Cardoso diz que estão a ver o que poderão “acrescentar” a tudo o que já está a acontecer.  “Queremos fazer isso com um conceito que se aproxime mais da nossa identidade e não fazer apenas um acústico... queremos fazer uma produção que seja gravada, lançada ou em direto”, justifica.

Enquanto não há novidades para ver ou ouvir, pode sempre relembrar os temas dos álbuns já disponíveis e o último vídeo da banda que foi divulgado – um showcase, gravado há um ano, a convite da Pinehouse Concerts. Um vídeo que, segundo Hugo Cardoso, foi lançado num “bom timing” dada a situação que estamos a viver.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts