A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Jogadores de andebol insultados e ameaçados em Lamego

 

Rafael Ribeiro

Treinador de andebol dos seniores do Académico de Viseu


 

Rafael Ribeiro aponta responsabilidades a dirigentes da equipa adversária


 

Rafael Ribeiro diz que assume as responsabilidades pelo abandono do jogo por parte da equipa academista


23-05-2019
 

Os jogadores da equipa de infantis masculinos do andebol do Académico de Viseu foram insultados e ameaçados em Lamego. O clube já veio repudiar este episódio. Tudo aconteceu no último fim de semana, num jogo com uma equipa do concelho lamecense, o Andebol Clube de Lamego.

Rafael Ribeiro, treinador de andebol dos seniores do Académico, explica ao Jornal do Centro o que aconteceu.

“Um miúdo da nossa equipa tinha um número na ficha de jogo e teve na camisola um outro número, houve um erro. A partir daí, começaram a insultar os nossos atletas e a ameaçar violência física do nada. Isto veio de pessoas que têm idade para serem avós, e o facto de terem este comportamento é algo que nós não nos revemos”, conta.

Perante os insultos, a equipa do Académico decidiu abandonar a partida. Tomada a decisão, Rafael Ribeiro diz que o que esteve em causa foi a transmissão de valores errados. O treinador lamenta que este episódio tivesse sido protagonizado por pessoas com responsabilidades no Andebol Clube de Lamego, não hesitando mesmo em apontar o dedo ao presidente do emblema.

O técnico acrescenta que esta já não é a primeira vez que os jogadores do Académico são insultados em Lamego. “Uma coisa é haver picardias entre pessoas adultas, o que já é condenável. mas é o pão nosso de cada dia no desporto. Agora, uma pessoa sexagenária insultar e ameaçar fisicamente atletas de 11 anos, isso não permitimos”, lamenta.

O Académico de Viseu já apresentou queixa à Associação de Andebol de Viseu. Rafael Ribeiro diz que assume todas as consequências desportivas do abandono de jogo por parte da equipa de infantis masculinos do clube.

“Acredito que isto não vai ficar por aqui, porque não será a última vez que vamos enfrentar o Lamego. Enquanto responsável, cá estarei para assumir as consequências e defender os interesses do Académico de Viseu, porque não admitimos que se falte ao respeito do clube e sobretudo dos atletas”, remata.

Contactado pelo Jornal do Centro, o presidente do Andebol Clube de Lamego, António Manso, não quis gravar declarações e negou a existência de qualquer tipo de incidente. Também o presidente da Associação de Andebol de Viseu, Joaquim Escada, se recusou a falar sobre este caso.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT