26 fev
Viseu

Desporto

Primeira Liga: Frente ao CD Tondela, Belenenses SAD quer pôr ponto final em fase menos positiva

por Redação

25 de janeiro de 2021, 10:38

Foto D.R.

CLIPS ÁUDIO

O treinador do Belenenses SAD, Petit, priorizou ontem uma injeção de “confiança no processo” aos jogadores, com o objetivo de saírem de uma fase menos positiva diante do Tondela, na 15.ª jornada da Primeira Liga portuguesa de futebol.

“Sabemos que estamos a atravessar um ciclo em que não temos vencido. Já tivemos um ciclo positivo, todos os clubes passam por esses momentos. O importante é injetar confiança no processo, pois já fizemos coisas boas no passado, estivemos perto de outros resultados que não conseguimos. Há um lote de equipas muito juntas e queremos sair desta fase”, afirmou.

Em conferência de imprensa realizada através da Internet, Petit quer “transportar para dentro de campo” o “empenho, dedicação e alegria” demonstrados ao longo da semana, diante de um “adversário difícil”, “com qualidade” e que “gosta de ter bola e de sair em transição, mas espera “dar uma boa resposta”.

“Dependemos do nosso trabalho e do que podemos fazer dentro de campo. Temos de olhar para nós e de olhar jogo a jogo. Este é o próximo e vamos lutar pelos três pontos para estarmos mais próximos dos nossos objetivos”, afiançou.

O Tondela conquistou apenas um ponto como visitante esta época e Petit acredita que os beirões estão “a pensar querer vir buscar a primeira vitória fora”, mas realçou o trabalho da sua equipa, à qual “tem faltado sorte”, admitindo que têm “de ser mais regulares ao longo dos 90 minutos e entrar melhor nas partidas”, num campeonato com “muita qualidade”.

“Os jogos têm sido disputados, não temos visto uma equipa a ter três ou quatro vitórias seguidas. As equipas já se conhecem, tal como as ideias dos treinadores adversários, e há pormenores que fazem a diferença. Acho que há muita qualidade no nosso campeonato, não só de jogadores, mas também de treinadores. Temos de valorizar mais o nosso produto e menos polémicas”, apontou.

A oito dias do fecho do mercado de janeiro, alguns jogadores da equipa lisboeta têm recebido propostas, o que Petit considera “normal”, tendo de se “adaptar a perder jogadores ou entrar”, estando em sintonia com o presidente, Rui Pedro Soares, com quem fala “todos os dias”.

Entre os processos em curso, encontra-se o guarda-redes André Moreira, com duas propostas recusadas pela direção, o que aumenta as opções de Petit para a baliza: “Amanhã [segunda-feira] estará connosco para o jogo com o Tondela e contamos com ele para o futuro”.

Já o avançado colombiano Mateo Cassierra, igualmente sondado, “quer ficar” no Belenenses SAD, com Petit a revelar que “vai jogar” e a esperar que “volte aos golos”, pois “os avançados vivem de golos”, estando “muito empenhado e com alegria”.

O Belenenses SAD, 17.º e penúltimo classificado, com 12 pontos, recebe esta segunda-feira o Tondela, que está no 11.º lugar, com 15 pontos, em jogo da 15.ª jornada da Primeira Liga portuguesa de futebol com início às 14:30, no Estádio Nacional, em Oeiras, que contará com arbitragem de Artur Soares Dias, da associação do Porto.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts