20 Set
Viseu

FOTOGALERIA

Uma centena de pessoas manifestou-se em Viseu contra o racismo

por Redação

06 de Junho de 2020, 21:39

Foto Igor Ferreira

CLIPS ÁUDIO

Mais de uma centena de pessoas juntou-se esta tarde de sábado ao final da tarde no Rossio, em Viseu, para se manifestar contra qualquer forma de racismo. Uma iniciativa promovida pelo movimento Já Marchavas e que juntou vários cidadãos que empunharam cartazes com frases como “Chega de Ódio”, “Diz não ao Racismo” ou “Black Live Matters”. Uma ação impulsionada pelos acontecimentos dos últimos dias na América na sequência da morte, em maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia dos Estados Unidos.
Gritando palavras de ordem como “Black lives matter” e também em português – “As vidas negras importam”, os manifestantes quiseram deixar a sua solidariedade com o movimento que está a acontecer a nível mundial.
 

.

Entre discursos, palavras de ordem e um minuto de silencio ajoelhado, foram também lidos poema como “O Sangue e a Esperança” do brasileiro Abdias Nascimento, escritor, ator e dramaturgo do início do século. Os manifestantes quiseram também relembrar alguns casos Portugueses, como foi o caso de Cláudia Simões, agredida por um agente da PSP na Amadora, e Ihor Homenyuko que morreu no SEF do aeroporto de Lisboa.
Os protestos em Portugal visaram também repudiar a designação pelo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dos movimentos antifascistas como grupos terroristas.
 

.

A campanha mundial de solidariedade prossegue noutras cidades internacionais com idênticos objetivos, nomeadamente em Londres, Varsóvia, Paris, Melbourne, Tunes, além de Washington e outras dos Estados Unidos.
Desde a divulgação das imagens da morte de Floyd nas redes sociais, têm-se sucedido os protestos contra a violência policial e o racismo em dezenas de cidades norte-americanas, algumas das quais foram palco de atos de pilhagem.
Mais de 10.000 pessoas foram detidas e o recolher obrigatório foi imposto em várias cidades, incluindo Washington e Nova Iorque.
A morte de Floyd ocorreu durante a sua detenção por suspeita de ter usado uma nota falsa de 20 dólares (18 euros) numa loja

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts