03 mar
Viseu

Região

Covid-19: mais concelhos em risco extremo e Viseu passou para o grupo de muito elevado

por Redação

17 de dezembro de 2020, 22:24

Foto Igor Ferreira

Proibida a circulação a partir das 23h00 no dia 31 de dezembro

CLIPS ÁUDIO

Há mais concelhos da região de Viseu no grupo de risco extremo de transmissão da Covid-19. A Armamar juntam-se Mortágua, Tabuaço e Aguiar da Beira. Já Viseu passou a estar no grupo de risco muito elevado, assim como Cinfães, Lamego, Nelas, Resende e Sernancelhe. 
O mapa de risco de concelhos foi revisto esta quinta-feira (17 de Dezembro) e as medidas de restrição entram em vigor a 24 de dezembro, numa altura em que o governo anunciou o recolher obrigatório às 23h00 na noite de passagem do ano. 

Carregal do Sal, Castro Daire, Moimenta da Beira, Penedono, Santa Comba Dão, S. João da Pesqueira, S. Pedro do Sul, Sátão, Tarouca, Tondela e Vouzela integram o grupo de risco elevado, enquanto que no mais baixo (moderado) estão Mangualde, Oliveira de Frades, Penalva do Castelo e Vila Nova de Paiva. 
Com  a nova revisão das medidas, as que estavam já anunciadas para o período de Natal mantém-se, mas o "travão" foi puxado para a passagem de Ano. 
Assim, no dia 31 não se pode circular a partir das 23h00 e entre os dias 1 e 3 de janeiro, a partir das 13h00. Medida para todo o país, independentemente do grupo de risco. Mantém-se a proibição de circulação entre concelhos entre as 00h00 de 31 de dezembro e as 05h00 do dia 4 de janeiro de 2021. Ainda para o dia 31 de dezembro, os restaurantes podem estar abertos até às 22h30. Entre 1 e 3 de janeiro, o funcionamento é permitido até as 13h00. 

 

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts