03 dez
Viseu

GERAL

Covid-19: Números de casos em Viseu triplicaram em pouco mais de um mês

por Redação

19 de outubro de 2020, 11:37

Foto Igor Ferreira

Autoridades de saúde lembram que risco aumento com as interações sociais e apelam ao uso de máscara

CLIPS ÁUDIO

Os casos de covid-19 no concelho de Viseu triplicaram em pouco mais de um mês. A 1 de setembro estavam assinalados 150 pessoas infetadas desde o início da pandemia, número que agora é de 451. As autoridades de saúde falam em “situação preocupante” e alertam para comportamentos responsáveis. Os lares e as escolas são as maiores preocupações. Há centenas de pessoas em confinamento e várias dezenas de casos ativos. “Tudo o que é realização social, o risco aumenta. A situação epidemiológica de Viseu é preocupante. Há imensos casos ativos e casos assintomáticos. Por isso, quanto mais aglomerações pior. A situação é extremamente preocupante e requer um grande alerta e cuidado de todos nós, nomeadamente no uso da máscara e no distanciamento”, disse ao Jornal do Centro fonte da Saúde Pública.

Este crescimento está a ter reflexos nos lares e nas escolas, nomeadamente através de colaboradores que levam de fora para dentro o vírus. “Os primeiros casos nas escolas, por exemplo, foram de professores e auxiliares. Nos lares foram nos colaboradores, em resultado das suas interações sociais. Agora, já são nos alunos e com tendência a aumentar porque as suas interações são também maiores”, explica ainda a mesma fonte. No casos das escolas, as turmas são suspensas, depois de avaliado o risco que varia conforme o tempo de exposição e a interação.

A par de Viseu, os olhos estão postos em Tondela e Oliveira de Frades, onde nos últimos dias foram conhecidos casos em lares.

Ainda assim, as autoridades de saúde assumem que a capacidade de internamento está garantida, numa altura em que o Hospital de Viseu mandou suspender a realização das cirurgias adicionais com internamento. Também na região estão criadas zonas de retaguarda que poderão ser acionadas quando a situação o exigir.

A taxa de incidência, neste momento, na região é de 99 casos por 100 mil habitantes.

Nas últimas horas em Vouzela ficaram infetadas com covid-19 mais sete pessoas, fazendo aumentar para 40 o número de casos confirmados. Ainda no concelho de Vouzela, há 15 bombeiros dos Voluntários em quarentena depois de um operacional ter testado positivo. Foram testados 20 operacionais, todos acusaram negativo, mas por indicação da Delegada de Saúde os 15 vão ficar em quarentena.

Neste fim de semana morreram mais duas pessoas vítimas do novo coronavírus na região de Viseu. O concelho de Resende registou mais um morto, contando já com sete mortes relacionadas com o novo coronavírus. Em Oliveira de Frades registou-se a primeira morte associada à pandemia. Trata-se de um homem de 94 anos, utente do lar da Misericórdia de Oliveira de Frades, Segundo o provedor da instituição, o utente morreu no Hospital São Teotónio, em Viseu, onde se encontrava internado. Esta é, assim, a primeira morte associada ao novo coronavírus no concelho de Oliveira de Frades.

Destaque para Cinfães com 125 casos ativos e em Tondela o número de atletas da formação do clube infetados é já de 22. Segundo a Câmara Municipal, e de acordo com indicações da direção-Geral da Saúde, as turmas a que pertencem os jovens vão ficar em casa nos próximos tempos.

Nas últimas horas, Armamar registou mais três casos positivos de Covid19.

No total o distrito de Viseu regista 1715 casos, 53 mortos e pelo menos 953 recuperados da covid-19.


 

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts