18 jan
Viseu

GERAL

Covid-19: Plano de vacinação apresentado na quinta-feira

por Redação

01 de dezembro de 2020, 15:55

Foto D.R.

CLIPS ÁUDIO

O plano nacional de vacinação contra a covid-19 vai ser apresentado na quinta-feira, anunciou o primeiro-ministro, António Costa, que se reúne na véspera com a equipa que está a elaborar este plano.

Em entrevista à rádio Observador, o primeiro-ministro anunciou que na quinta-feira será apresentado o plano de vacinação de combate à covid-19, rejeitando que Portugal esteja atrasado em relação a outros países por considerar que o país está “bem a tempo”.

“O que é fundamental é no dia em que a vacina esteja disponível tudo esteja montado para que a vacina seja atribuída”, defendeu, considerando que “não vale a pena” antecipar “ansiedades quando já há suficientes motivos para estarmos ansiosos”.

À agência Lusa, o gabinete de António Costa adiantou que na véspera desta apresentação, na quarta-feira à tarde, o primeiro-ministro recebe na residência oficial, em Lisboa, a equipa que está a elaborar este plano.

Nesta reunião participam ainda, além da equipa coordenadora do plano, os ministros de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, da Saúde, Marta Temido, da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, assim como o secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, Tiago Antunes.

António Costa assegurou que Portugal começou a trabalhar neste plano praticamente desde o início da pandemia e que fez a encomenda máxima por cada lote a que tinha direito, estando o plano logístico “a ser montado e a ser trabalhado”.

“A Agência Europeia do Medicamento o que prevê é vir a licenciar estas vacinas entre final de dezembro e princípio de janeiro, portanto, nós temos de ter as coisas prontas para quando a vacina existir”, apontou, transmitindo uma mensagem de tranquilidade quanto a este processo.

De acordo com o primeiro-ministro, a Comissão Europeia ainda não deu uma data.

“Creio que a Agência Europeia do Medicamento fará hoje um comunicado dizendo quais são as datas em que tem previsto fazer as reuniões de aprovação das vacinas e antes disso as vacinas não são válidas, não podem ser distribuídas”, disse, sublinhando que “esta vai ser a maior operação de vacinação à escala global que alguma vez a humanidade assistiu e esse esforço tem de ser conjunto e articulado”.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts