01 out
Viseu

GERAL

Em Mangualde, veterano do PSD quer voltar ao poder

por Redação

15 de agosto de 2020, 08:30

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

Depois de treze anos retirado da vida política ativa, António Silva diz estar disponível para avançar às autárquicas de 2021, em Mangualde, como candidato pelo PSD.
O nome do antigo vice-presidente da autarquia, durante o mandato de António Soares Marques, tem sido defendido pelo presidente da Comissão Politica Concelhia de Mangualde.

Apesar da candidatura ainda não ter sido apresentada, António Silva disse ao Jornal do Centro que se mostra disponível por existir “uma solicitação por unanimidade do PSD local”.

“Da minha parte há, neste momento, uma clara e inequívoca abertura para dar corpo a uma candidatura”, garante, acrescentando que tem a ambição de “retirar o Partido Socialista da Câmara Municipal de Mangualde" e colocar na autarquia "um projeto que seja mais conceituado, mais competente e mais direcionado para os problemas das pessoas, da população, da cidade, das aldeias e com um executivo com uma nova visão politica e um novo critério para as prioridades no concelho”.
António Silva realça ainda que não pretende regressar à política por “razões financeiras”, mas “por paixão”. “Amo muito a cidade e gosto do concelho onde cresci e reconheço a minha competência para dar um passo em frente e ajudar o nosso concelho a seguir um novo rumo”, diz o social-democrata. “Sempre que fui candidato venci a Câmara Municipal”, realça.
Com o atual executivo do Partido Socialista eleito com quase a totalidade do apoio das várias freguesias do concelho, António Silva diz que há um trabalho que tem vindo a ser feito junto das aldeias para que no próximo ano a tendência de voto seja diferente.

O antigo vice-presidente da autarquia conta que em conjunto com a sua equipa tem “feito o trabalho de casa” e que algumas freguesias já têm um “projeto politico definido”. Apesar de ter estado vários anos retirado da política, diz que nunca se afastou “do sonho de ajudar a catapultar novamente Mangualde para um patamar superior e fui sempre ouvindo as pessoas”.

Distrital de Viseu do PSD
Sobre a aceitação, ou não, por parte da Distrital de Viseu do PSD da futura candidatura, António Silva não se mostra preocupado. De referir que a relação dos elementos da atual Comissão Política concelhia não tem sido “a melhor” com o presidente da distrital, Pedro Alves.

António Silva diz que a sua futura candidatura conta com o apoio da estrutura nacional e, por isso, a possível falta de apoio da distrital não o preocupa. 

O "veterano" do PSD quer regressar à vida política, depois de em 2007 ter sido demitido do cargo que ocupava pelo então presidente da Câmara, Soares Marques (PSD). O ex-autarca disse, na altura, que "não restava outra alternativa senão a demissão" e apontou "incompatibilidades pessoais no relacionamento com o executivo e a falta de diálogo" como algumas das causas.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts