21 out
Viseu

Lifestyle

Rodrigo Cavaleiro: o "quase ribatejano" que já é "quase beirão"

por Redação

13 de setembro de 2020, 08:00

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

Noites de conversa à volta da mesa, com o melhor da gastronomia e da companhia. O Jornal do Centro fez-se de “convidado” de Rodrigo Cavaleiro, presidente da Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto que está em Viseu há cerca de um ano. O relaxante jardim do Forno da Mimi, restaurante do grupo Visabeira, foi o palco para uma viagem pelo distrito de Viseu, pela história de um “quase ribatejano” e pela gastronomia de norte a sul do país. A música de sonoridade brasileira ajudou. 

.

Assertivo, mas de conversa afável, Rodrigo Cavaleiro é o que se pode chamar “um bom garfo”. Da comida tradicional portuguesa à cozinha de outros países, nada melhor que uma mesa para reunir os amigos. E são muitos os que, nos últimos meses, têm visitado o agente da PSP que mudou de Lisboa para o Interior, para uma cidade que faz questão de dar a conhecer e da qual destaca não só a simpatia das pessoas, mas também o dinamismo social e cultural. “Estão sempre a acontecer coisas”, assinala.

Na conversa não faltou o que se come, o que se bebe, mas também o passado e o presente que moldam uma vida. “Quase ribatejano”, como gosta de dizer, e com trabalho desenvolvido em vários pontos do país, o coração foi conquistado por uma “alentejana”. Agora, a família já se sente “quase beirã”.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts