A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

A região viseense na Bolsa de Turismo de Lisboa (fotogaleria)

14-03-2019
 

Chegou ao fim mais um dia do maior evento dedicado ao turismo em Portugal e onde, claro está, a região de Viseu não deixa de surpreender.

Entre dois dos quatro pavilhões que estão preenchidos por entidades e empresas nesta feira, Penedono traz, mais uma vez, uma interpretação da sua anual Feira Medieval. Lá, somos transportados para a época da Idade Média, ao som de música e de lenha a ser rachada. Um carpinteiro faz colheres e malgas para “comer sopa”, da forma mais antiga, utilizando um compasso para calcular o centro e o torno de uma vara para desbastar a madeira entrando mesmo na personagem. Uma “engenharia com mais de 3 mil anos”, dizia o operário.

Na zona destinada ao Turismo do Centro encontra-se uma banca deatinada à região Dão Lafões, onde é possível visualizar vídeos do território, que promovem produtos regionais, espetáculos e eventos promovidos pela Comunidade Intermunicipal.

Já no restaurante aberto do município de Viseu decorreram provas de comida dos restaurantes viseenses ‘O Cortiço’ e ‘Muralha da Sé’, onde os visitantes degustaram morcela ou bacalhau na broa acompanhado pelo vinho Pedra Cancela.

Ainda no stand da cidade de Viriato, uma arte despertou a atenção da equipa de reportagem do Jornal do Centro – os artistas do atelier de artes gráficas ‘Centropontoarte’ fizeram uma demonstração de oficina de serigrafia. A atividade surgiu da tipografia aliada ao tema do ano em Viseu, a gastronomia e aos azulejos. No espaço, os visitantes imprimiram individuais de papel, com a imagem concebida pela equipa, ou em sacos.

Ao final do dia, foram distribuídos, aos visitantes, a última edição impressa Jornal do Centro e uma revista que apresenta os distritos de Viseu, o Bombeirito e o calendário da Cidadania.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT