A OUVIR 98.8 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
 
        

Assunção Cristas acusa Governo de chegar tarde à seca

Água, Fagilde, CDS, política
 


 


14-11-2017
 

"O Governo acordou tarde para a seca". A afirmação é da presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, que visitou a barragem de Fagilde nesta terça-feira (14 de novembro). A líder do partido lembra que os centristas já tinham alertado para o problema desde abril, "nomeadamente no apoio aos agricultores" que, considera, foram os primeiros a sentir e acusa o Governo de não ter feito nada para abrandar a situação.

Assunção Cristas, que esteve com os autarcas dos concelhos abastecidos por Fagilde, defendeu ainda o reforço do investimento no combate à seca, através de medidas como a construção de novas barragens e a reutilização das águas residuais.

A dirigente centrista também aproveitou a visita para exigir ao Governo o alargamento das indemnizações dos últimos incêndios aos feridos, lembrando as declarações do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que pediu à Assembleia da República para rever o seu apoio. Caso contrário, o CDS, afirma, fará uma proposta sobre a questão no hemiciclo parlamentar.





  • 2002 - 2017 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT