A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Casos de demência estão a aumentar

Centro Solidário, Mangualde, demência, idosos
 

Alexandre Constantino

Diretor do Lar de Freixiosa (Mangualde)


 

Alexandre Constantino considera que o apoio social deve no futuro dar mais atenção às demências


11-07-2018
 

O diretor do Lar de Freixiosa, em Mangualde, afirma que os casos de demência estão a aumentar e que os idosos estão a chegar às instituições cada vez mais debilitados.

Alexandre Constantino deu estas declarações no programa Centro Solidário da Rádio Jornal do Centro, dizendo que os seniores vêm “num estado muito dependente”. O responsável acrescenta que os utentes só entram nas instituições quando os familiares sentirem que já não conseguem dar respostas às suas necessidades.

“De vez em quando, os idosos têm algumas capacidades para estarem em casa e estarem pertos das suas famílias. Só quando os familiares sentem que já não conseguem dar resposta adequada, porque é necessário estar 24 sobre 24 horas, é que muitas vezes vêm para o lar”, explica Alexandre Constantino.

Por isso, o diretor afirma que as questões das dependências e das demências serão “muito em breve” uma preocupação maior para as instituições pelo facto de serem um “problema muito grave” para a sociedade.

Perante este facto, o responsável pelo Lar de Freixiosa considera que o apoio social deve dar mais atenção às demências no futuro próximo, com vários desafios pela frente.

“É uma área muito específica e difícil, que exige muito trabalho e bastante formação da parte de quem trabalha com os idosos. É um trabalho muito duro para todos os colaboradores que estão diariamente com este tipo de pessoas”, assume Alexandre Constantino, acrescentando que as demências exigem ainda “uma atenção muito redobrada e uma boa dose de paciência” face a outras áreas de intervenção.

O Lar de Freixiosa, gerido pela Associação Social, Cultural e Recreativa da localidade de Mangualde, é a instituição em destaque esta semana no Centro Solidário. O programa pode ser ouvido a partir desta quarta-feira (11 de julho) às 23h00 na Rádio Jornal do Centro (98.9 FM e online em www.jornaldocentro.pt), com repetição na quinta-feira (12 de julho) às 16h00.

A entrevista completa também poderá ser acompanhada brevemente na edição impressa e no site do Jornal do Centro.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT