27 out
Viseu

Região

Covid-19: um morto e 12 novos casos no distrito de Viseu nas últimas 24 horas

por Redação

18 de setembro de 2020, 18:33

Foto Câmara de Viseu

CLIPS ÁUDIO

O concelho de Santa Comba Dão registou nesta sexta-feira uma morte associada à Covid-19, subindo para dois os doentes que morreram desde o início da pandemia neste concelho. Nesta altura, há nove casos ativos em Santa Comba Dão, sendo que no total há a registar 24 pessoas diagnosticadas com a doença. Recuperadas estão 13 pessoas.

Também o concelho de Moimenta da Beira regista nas últimas horas mais seis novos casos do novo coronavírus. Segundo a autarquia, os infetados encontram-se em confinamento ou em isolamento profilático, assim como os respetivos contactos identificados. Nesta altura no concelho são conhecidos desde o início da pandemia 28 casos.

O Jornal do Centro sabe que nas últimas 24 horas terão sido mais dez novos casos a surgir no concelho de Viseu.

Em Sernancelhe há hoje mais uma pessoa infetada. Desde o início da pandemia o concelho regista 109. Já recuperaram cinco doentes.

Ainda na região há a registar, esta sexta feira, mais quatro casos em Aguiar da Beira. O concelho soma agora nove infeções. Durante meses o concelho esteve imune ao vírus, mas esta semana registou os primeiros casos, infeções que não estão ligadas ao surto ativo no concelho vizinho de Sernancelhe,

A região de Viseu contabiliza 1064 pessoas infetadas pela doença desde o passado mês de março. Mais de 720 já recuperaram.

Entretanto, os médicos alertam para comportamentos de risco nos próximos tempos e apelam a um esforço conjunto.

Portugal regista 265 surtos ativos de covid-19, maioritariamente concentrados no Norte (127) e na Região de Lisboa e Vale do Tejo (78), esperando-se um aumento de casos nos próximos dias, disse a ministra da Saúde, Marta Temido.

Há ainda 26 surtos no centro do país, 21 no Algarve e 13 no Alentejo.

Considera-se surto quando há mais de dois casos com ligação epidemiológica detetada.

O Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge estima um aumento previsível de novos casos nos próximos dias, indicou a ministra.

Marta Temido afirmou que no dia 16 de setembro (quarta-feira) se atingiu “um novo recorde” no número de testes realizados desde o início da pandemia, com 23.289 testes, dos quais 4,6% foram positivos.

“Estamos numa situação em que a rede do Serviço Nacional de Saúde continua a responder”, assegurou a governante, acrescentado que as autoridades continuam a apostar na identificação precoce dos casos e na quebra de cadeias de transmissão.

“O objetivo continua a ser controlar a doença sem fechar. A vida é muito mais complexa do que apenas fechar ou confinar, essa é uma das lições que todos aprendemos”, declarou.

“Está nas mãos de cada um de nós controlar a doença, nenhuma medida isolada, por si só, é suficiente para controlar a doença”, advertiu Marta Temido, na sequência das declarações do primeiro-ministro, António Costa, feitas pouco antes da habitual conferência de imprensa para atualizar a informação relativa à pandemia de covid-19 em Portugal.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 946.727 mortes e mais de 30,2 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.894 pessoas dos 67.176 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.


 

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts