A OUVIR 98.8 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
 
        

Falta de médicos em Penalva do Castelo

Saúde

12-10-2017
 

Apenas dois dos cinco médicos do Centro de Saúde de Penalva do Castelo vão estar ao serviço a partir de segunda-feira. Dois médicos deixam o Serviço Nacional de Saúde e outro entra de férias.

O alerta foi deixado pela concelhia de Penalva do Castelo do PCP que lamentou a situação “absolutamente insustentável”.

Luís Botelho, diretor do Agrupamento de Centros de Saúde Dão Lafões, confirmou a situação da falta de médicos e referiu que está prevista a entrada de um novo clínico através de um concurso nacional de mobilidade.

O responsável admite, no entanto, que o processo está atrasado e pretende reunir com o médico que vai entrar de férias para um possível adiamento.

O PCP refere que “os dirigentes do ACES (Agrupamento de Centros de Saúde) Dão Lafões e da Administração Regional de Saúde do Centro tiveram conhecimento prévio, com pelo menos 60 dias de antecedência, dos pedidos de saída dos dois clínicos”, mas os utentes “foram apanhados de surpresa”.

“Estas políticas põem em causa o espírito e o objetivo central do Serviço Nacional de Saúde: prestar cuidados de saúde de proximidade, com qualidade e eficiência a todos os utentes”, acrescenta.

Com o objetivo de “reclamar a urgente resolução deste grave problema”, o PCP vai colocar a circular um abaixo-assinado a exigir o “imediato restabelecimento dos médicos em falta e o normal funcionamento do centro de saúde”.







  • 2002 - 2017 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT