A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Hospital de Lamego vai encerrar camas

Lamego, hospital, camas, encerramento
06-07-2018
 

O Hospital de Lamego vai encerrar seis camas nas especialidades de cirurgia e medicina. A decisão foi tomada quinta-feira (5 de julho) pelo Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), que justificou o fecho com a falta de profissionais e a entrada em vigor do regime das 35 horas semanais de trabalho.

Num comunicado enviado ao Jornal do Centro, a administração do CHTMAD, que serve o norte do distrito de Viseu, assegura que a medida é temporária e garante que os serviços do centro oncológico, da urgência e dos cuidados intermédios e intensivos não serão atingidos pela redução do número de camas, mantendo-se com a atividade assistencial em pleno.

O órgão acrescenta que a decisão visa ainda garantir a continuidade da qualidade e segurança da prestação dos cuidados de saúde, quer dos utentes, quer dos profissionais.

No seu todo, o CHTMAD irá encerrar 48 camas em Lamego, Vila Real e Chaves. Ainda assim, a instituição diz que o Governo já autorizou a contratação de mais 59 profissionais, esperando que estas novas entradas ajudam a reduzir o impacto da nova carga horária do setor da saúde.

Já o presidente da Câmara de Lamego, Ângelo Moura, já afirmou ao Jornal do Centro que está a acompanhar de perto a situação do hospital da cidade. "Articulando posições com os presidentes de câmara de Vila Real e Chaves, entrámos em contacto com o Ministério da Saúde, o senhor secretário de Estado e o ministro no sentido de comunicar as nossas preocupações e reivindicações", disse o autarca.

"Em diálogo com o Ministério, foi efetivamente transmitido que decidi fazer um acompanhamento muito próximo, colmatando as insuficiências e fazendo uma discriminação positiva para o CHTMAD, a favor das suas populações", concluiu Ângelo Moura.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT