A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Inquérito iliba professor acusado de assédio sexual

Edição de 20 de setembro de 2019
20-09-2019
 

O processo disciplinar instaurado a um professor da Escola Secundária Alves Martins (Viseu) acusado de assédio sexual foi arquivado pela instituição de ensino. Não ficou provado que o docente tenha tido comportamentos incorretos ou de assédio. A participação tinha sido feita por uma aluna que imputava ao professor uma situação de alegado assédio sexual e incapacidade para o ensino. O caso, tal como o Jornal do Centro noticiou, foi denunciado em fevereiro deste ano.

A jovem disse ter sido alvo dos “avanços” do professor e que se sentiu incomodada. Era também falado entre os estudantes “contactos impróprios” e “insinuações incomodativas”.

Já na inquirição, e depois de ouvidos professores e alunos, ficou provado que o docente “tratava todos os alunos com educação e correção, que nunca se sentiram assediados pelo referido professor, sendo que nunca lhes faltou ao respeito, assim como nunca viram o professor a assediar outras colegas”. No seu testemunho, a jovem que apresentou a queixa frisou que o docente “olhava as alunas de alto a baixo e que as mesmas se sentiam incomodadas”, sendo que, na sua opinião, “esta era uma forma de assédio e de falta de respeito para com as alunas”.

O professor, a quem lhe tinham sido retiradas as turmas, está novamente a exercer a docência.

O caso continua, no entanto, em fase de inquérito no Ministério Público, já que também foi apresentada queixa pela aluna.

O professor também vai avançar com queixa contra aluna e pondera uma eventual queixa contra o diretor da Escola que diz ser o “instigador” de toda a situação, uma vez que já não é novo o diferendo que existe entre os dois.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT