29 nov
Viseu

Região

Jorge Coelho: o apelo à luta e a luz já “no meio do túnel”

por Redação

21 de novembro de 2020, 08:00

Foto Arquivo Jornal do Centro

Jorge Coelho, ex-ministro e empresário

CLIPS ÁUDIO

Jorge Coelho assume-se como o unificador e quer que a região, a Beira, se una para conseguir o comboio de alta velocidade em Viseu. O ex-ministro e agora empresário lembra que este meio de transporte é essencial para impulsionar o desenvolvimento do Interior e que é preciso ouvir António Costa Silva que, no seu programa da Retoma Económica de Portugal no pós-pandemia, defende todas as capitais de distrito com transporte ferroviário.

“A Linha da Beira Alta, e bem, já está a ser modernizada. Fala-se da ligação em alta velocidade entre Lisboa/Porto/Espanha (Vigo) e vai ter de haver, necessariamente, uma ligação a Espanha no meio dessa linha e nós, pessoas do Interior, temos de lutar para que o comboio de alta velocidade passe por Viseu, saindo de Aveiro”, apela. Segundo Jorge Coelho, na sua análise no programa Conversa Central, tem de haver um “grande combate, grande unidade das pessoas da nossa região, e particularmente de Viseu”, independentemente das posições políticas. “Há aqui uma grande oportunidade de nos unir para que haja uma estação em Viseu”, reforçou, deixando o apelo à luta, mas “com bom senso”.

Na Conversa Central, o empresário deixou ainda algumas soluções para ajudar o pequeno comércio, nomeadamente a restauração, um dos setores mais afetados pelas restrições impostas pela pandemia. Em altura de Natal, e além do apoio que o Governo deve dar, exorta as autarquias a gastar menos nas festas e a dar mais apoio direto a quem precisa. E como nem tudo está “negro”, afirma que já há uma luz a meio do túnel com o anúncio das vacinas para combater a covid-19

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts