A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Mortágua inaugurou investimento de 6 milhões no parque industrial

Mortágua, investimentos
10-10-2018
 

O presidente da Câmara de Mortágua anunciou que foram investidos mais de seis milhões de euros no parque industrial local, que viu ser inaugurada a sua expansão, numa cerimónia com a presença do ministro do Planeamento e Infraestruturas.

“Estamos perante o segundo maior investimento de sempre no município e o maior em termos globais, que ultrapassa os seis milhões de euros”, disse José Júlio Norte, na inauguração da ampliação do Parque Industrial Manuel Lourenço Ferreira que decorreu esta quarta-feira (10 de outubro).

Segundo o autarca, o investimento contemplou infraestruturas e terrenos para que pudesse ser quadruplicado. Por parte dos investidores privados, “o investimento [no parque] é superior a 100 milhões de euros”.

O autarca destacou o “bom exemplo de empresários de excelência, determinados, sem medo de correr riscos e sempre otimistas, mesmo na adversidade”, como foi o caso do incêndio de 15 de outubro de 2017.

“Ao inaugurar este parque industrial, estamos a criar infraestruturas que vão servir de base a projetos inovadores e com grande impacto na nossa economia, gerando riqueza e criando trabalho (…), até porque há empresas que ainda não foram inauguradas e já estão a laborar”, disse o autarca.

José Júlio Norte lembrou que entre as empresas que se situam no parque estão algumas que perderam tudo nos incêndios, mas “nunca desistiram e reergueram os seus negócios e, em alguns casos, mais do que duplicaram ou triplicaram o projeto inicial e a área de construção”.

O autarca pediu ao ministro para ser feito “um ‘simplex’ na burocracia, nomeadamente na celeridade de “aprovações de simples alterações de planos de pormenor”, até porque tem mais empresários interessados em instalar-se no parque e outros que estão a meio do projeto.

“Temos uma empresa que investiu cerca de 40 milhões de euros e prevê-se que entre em laboração no início do [próximo] ano. Para entrar em exploração vai precisar de 250” trabalhadores, disse o autarca, que tem apresentado medidas de incentivo à fixação de pessoas no concelho.

Hoje, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, visitou a Pallets Poer e a Morpneus.

Jorge Silva, um dos dois sócios desta empresa de pneus com 32 anos, afetada pelo incêndio do ano passado, disse aos jornalistas que “a empresa já está paga”, num investimento total de 1,2 milhões de euros, 153 mil comparticipados por dinheiros públicos e o restante pago pelo seguro e por fundos da própria empresa.

Nas novas instalações, além do material de segurança e combate a incêndios que a lei impõe, Jorge Silva disse que tem “um depósito com 8.500 litros de água, onde será adaptada uma bomba ligada a um pequeno gerador para uma primeira” intervenção em caso de incêndio.

O ministro elogiou os empresários e destacou o desempenho, o esforço e o trabalho da autarquia, assim como o investimento por parte do Governo, não apenas na reconstrução pós-incêndio, como nas obras em curso no IP3, itinerário próximo deste parque industrial.

“Há investimentos, como o do IP3, que já começou e que vai continuar que são feitos com o Orçamento de Estado, porque agora não podemos usar os fundos comunitários, porque na altura [do anterior Governo] se dizia que fazer esses investimentos era pôr o país a andar para trás em vez de o pôr a andar para a frente”, afirmou Pedro Marques.

O governante falou ainda no programa global de “investimento de 180 milhões de euros, onde cerca de metade são para zonas industriais como esta e o outro tanto para os acessos a essas mesmas zonas empresariais, sendo que a fatia do centro do país, e que inclui Mortágua, é de 47 milhões de euros”.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT