A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Obras na Rua Soar de Cima avançam em outubro. Na rua das Bocas é já na próxima semana

Viseu, Câmara, obras, reunião
 

Almeida Henriques

Presidente da Câmara Municipal de Viseu


 

Almeida Henriques explica o que vai ser feito nas duas artérias


09-08-2018
 

A Câmara de Viseu aprovou esta quinta-feira (9 de agosto) o avanço das empreitadas de requalificação nas ruas Soar de Cima e João Mendes, esta vulgarmente conhecida por Rua das Bocas. Os trabalhos deverão arrancar este ano, sendo que a intervenção na João Mendes será a primeira a seguir em frente já nas próximas semanas.

O presidente Almeida Henriques revela que as obras vão custar 1,3 milhões de euros e prolongarem-se até 2020. “No Soar de Cima, serão 850 mil euros de investimento e 18 meses de prazo de intervenção, mas as obras só vão arrancar no início de outubro. Já no caso da Rua das Bocas, serão 12 meses de intervenção e meio milhão de euros de custo”, explica o autarca.

Ainda nas Bocas, com o arranque das obras, a Câmara vai ainda estimular os proprietários a reabilitarem os seus edifícios. Almeida Henriques diz ainda que a autarquia também vai fazer a devida articulação com os moradores a propósito dos trabalhos.

Almeida Henriques salienta que estes projetos já estavam contemplados no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) desenvolvido pela autarquia viseense. Inclusão que, segundo o responsável, levou ao financiamento por parte de fundos comunitários, através de uma comparticipação na ordem dos 85 por cento.

O presidente da Câmara revelou ainda aos jornalistas o que pretende fazer com as empreitadas. Almeida Henriques diz que as intervenções pretendem “melhorar o acesso pedestre a estas zonas e valorizá-las”.

Plano que, segundo o autarca, incluirá nomeadamente a criação de um passeio “que circundará a ilha onde está designadamente a Pensão Rossio” e a existência de um corredor central que visa facilitar o acesso por parte de pessoas com deficiência e mulheres com carrinhas de bebés.

“Há claramente uma melhoria que será prolongada até à porta do Soar de Cima”, uma intervenção que, assume, será mais complexa. Quanto à Rua das Bocas, Almeida Henriques diz que a artéria “vai ser objeto de uma valorização que suporte algumas intervenções que o município irá fazer”, como a nova Unidade de Saúde Familiar prevista para a rua.

Durante a reunião de hoje, foi também aprovada a abertura do procedimento de concurso público para a empreitada de reconversão de coberto vegetal de espaços verdes municipais, no âmbito da adaptação às alterações climáticas.

Almeida Henriques explicou que o município viu aprovada uma candidatura ao fundo ambiental, no valor de 206 mil euros, “que tem comparticipação de 175 mil euros e visa a reconversão dos separadores relvados das estradas nacionais 231 e 16”.

O autarca referiu que, nos separadores centrais e nos triângulos, predominava o relvado que, atendendo ao custo de manutenção e de consumo de água, será substituído por “espécies mais autóctones, arbustivas, que serão objeto de rega gota a gota”.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT