A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Obras Sociais do Pessoal da Câmara de Viseu querem criar uma creche na Católica

 

José Carreira

Presidente das Obras Sociais do Pessoal da Câmara Municipal e Serviços Municipalizados de Viseu


 

José Carreira fala sobre o novo projeto CLDS 4G


28-08-2019
 

As Obras Sociais do Pessoal da Câmara Municipal e Serviços Municipalizados de Viseu querem criar uma creche no espaço da incubadora de empresas localizada na Universidade Católica, o Vissaium XXI.

A ideia foi avançada no programa Centro Solidário da Rádio Jornal do Centro pelo presidente da instituição. José Carreira disse que este projeto já está “a bom ritmo”.

“O grande objetivo é ter aqui mais um elemento de atratividade para quadros, porque sabemos que é difícil ter emprego mas também captar e reter bons quadros. [É] como uma mais-valia para as pessoas que aceitem o desafio de desenvolver a sua atividade profissional naquele local”, sustentou.

José Carreira disse que este projeto passa ainda pela hipótese de a creche ter um horário mais alargado. “Pensou-se, ainda não está totalmente definido, mas pode ser uma creche que eventualmente possa vir a estar disponível 24 horas por dia, tendo em conta que poderá haver ali algumas empresas que trabalharão por turnos”, afirmou acrescentando esperar que o projeto seja implementado em 2020.

As Obras Sociais do Pessoal da Câmara de Viseu apoiam centenas de pessoas no concelho. A instituição concluiu recentemente o projeto Contrato Local de Desenvolvimento Social - CLDS 3G Viseu Igual após três anos de funcionamento, tendo sido a entidade coordenadora.

José Carreira fez um balanço positivo do projeto, que teve vários eixos de intervenção como emprego, formação e qualificação, intervenção familiar e parental preventiva da pobreza infantil, e capacitação da comunidade e das instituições. O CLDS 3G Viseu Igual envolveu 18.470 pessoas nos últimos 36 meses.

Depois do CLDS 3G, a caminho está já a quarta geração do projeto. José Carreira explicou que o CLDS 4G terá duas iniciativas de ação.

“Há um projeto que trabalhará em x freguesias e outro que trabalhará em outras freguesias, porque há um pormenor: um dos projetos estará centrado na questão dos incêndios e na capacitação da comunidade para a sua prevenção, o que me parece ser bastante interessante e importante. Não sabemos ainda quando é que virá para o terreno, mas serão também três anos”, referiu.

As Obras Sociais do Pessoal da Câmara Municipal e Serviços Municipalizados de Viseu estão esta semana em destaque no programa Centro Solidário, que pode ouvir esta quarta-feira (28 de agosto) às 23h00 na Rádio Jornal do Centro, com repetição no fim de semana.
A entrevista também poderá ser acompanhada brevemente na edição impressa e no site do Jornal do Centro.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT