01 out
Viseu

Região

Oliveira de Frades: centro de saúde em risco de perder atendimento até à meia-noite

por Redação

10 de agosto de 2020, 10:23

Foto Arquivo Jornal do Centro

O serviço foi suspenso com a chegada da pandemia Covid-19

CLIPS ÁUDIO

O Governo prepara-se para acabar com o atendimento complementar no Centro de Saúde de Oliveira de Frades. A denúncia é feita pela CDU.

O serviço funcionava todos os dias até à meia-noite, mas foi suspenso com a chegada da pandemia Covid-19. Em declarações ao Jornal do Centro, Miguel Martins, da CDU, alerta que esta valência pode ter o seu ponto final, de acordo com a resposta da tutela.

“Os Verdes apresentaram uma pergunta ao Governo sobre este assunto. Na resposta, o que dá a entender é que, à partida, a retoma deste horário não será efetuada. No entender do Governo, este serviço de proximidade está bem-servido pelo SUB [serviço de urgência básico] de São Pedro do Sul e também pelo Centro Hospitalar Tondela-Viseu”, revela.

A CDU não aceita o fim do serviço. Miguel Martins lembra que o atendimento é importante para quem vive e trabalha no concelho de Oliveira de Frades. “A população de Oliveira de Frades perde um serviço essencial. Era um horário que se prolongava até às 24 horas diariamente. Estamos a falar de um concelho que é frequentado, além dos cerca de 10 mil habitantes, por outros cidadãos que trabalham na Zona Industrial, recorrem aos serviços do concelho e acedem também a este serviço de proximidade no Centro de Saúde”, frisa.

Segundo o porta-voz, São Pedro do Sul fica a 25 minutos de Oliveira de Frades e muitas pessoas têm de recorrer a táxi para se deslocarem. Miguel Martins lembra, ainda, que as pessoas que tenham que ir ao concelho sampedrense terão de pagar taxa moderadora.

“Enquanto os serviços em Oliveira de Frades estão isentos de taxa moderadora, quem recorrer às urgências de São Pedro do Sul tem de pagar uma taxa de 14 euros”, remata.

A CDU garante que não vai baixar os braços para que o atendimento complementar no Centro de Saúde de Oliveira de Frades seja retomado.

O Jornal do Centro tentou ouvir, sem sucesso, o diretor do Agrupamento de Centros de Saúde Dão Lafões.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts