A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Professores queixam-se de dificuldades económicas e desvalorização da carreira

Professores, dificuldades, associação
 

Fernanda Amaral

Responsável pela delegação de Viseu da Associação de Solidariedade Social dos Professores


 

Fernanda Amaral revela as queixas que são normalmente trazidas pelos professores


12-09-2018
 

Há docentes com dificuldades económicas que recorrem à Associação de Solidariedade Social dos Professores (ASSP). Esta afirmação foi dita por Fernanda Amaral, responsável pela delegação de Viseu da instituição.

Em declarações ao programa Centro Solidário da Rádio Jornal do Centro, a dirigente diz que os profissionais já viveram melhor do que agora. “O que se ganha hoje não dá para fazer a vida que se tinha há alguns anos. Nós, que estamos na reforma, tivemos uma vida muito privilegiada e os nossos colegas que estão no ativo não vão conseguir de maneira nenhuma a vida que nós tivemos”, refere.

Por isso, Fernanda Amaral diz mesmo que nem todos os docentes dispõem ou já dispuseram de salários condignos e dá como exemplo o acolhimento que a ASSP dá a alguns reformados da profissão nas suas residências e a manutenção de um fundo de solidariedade para dar resposta a colegas que mantém problemas económicos.

A ASSP também tem recebido algumas queixas destes profissionais. Fernanda Amaral diz que os professores reclamam de falta de tempo para preparar as aulas, de desvalorização da sua carreira e de uma sobrecarga do trabalho nas escolas com matérias do foro administrativo.

Esta instituição está em destaque esta semana no Centro Solidário, que pode ouvir na Rádio Jornal do Centro (98.9 FM e www.jornaldocentro.pt) a partir desta quarta-feira (12 de setembro) às 23h00. A entrevista completa também pode ser brevemente acompanhada na edição impressa e no site do Jornal do Centro.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT