A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Reabilitação da Vista Alegre vence escolha do público em prémio europeu

Negócios, prémio
09-10-2018
 

O prémio Escolha do Público do galardão europeu RegioStars foi atribuído, em Bruxelas, ao projeto de requalificação do lugar da Vista Alegre, em Ílhavo, que se propôs a preservar a identidade daquela empresa de porcelana fundada em 1824.

O projeto tinha como âncora a ampliação e requalificação do Museu da Vista Alegre, mas esse foi apenas um primeiro passo numa ação de requalificação mais alargada do lugar da Vista Alegre, em Ílhavo, onde a fábrica foi fundada e que agora é propriedade da empresa Visabeira.

Com o apoio de fundos europeus, o grupo investiu 44 milhões de euros para "rejuvenescer" aquele lugar, ao dar nova vida à capela e ao teatro, ao modernizar a fábrica e ao reconverter o antigo palácio da fábrica num hotel de cinco estrelas.

A requalificação da Vista Alegre estava entre os finalistas dos prémios RegioStars 2018, um galardão com o qual a Comissão Europeia distingue projetos inovadores e de boas práticas de desenvolvimento regional, apoiados por fundos europeus.

O administrador da Vista Alegre, Paulo Soares, congratulou-se com o prémio, considerando que a Escolha do Público do RegioStars está ligada à imagem que a empresa tem junto dos portugueses.

"Estamos hoje aqui porque o público apoiou bastante esta nossa candidatura. Identifica-se com o projeto, com o que ele traz e o carinho dos portugueses pela marca é fundamental para estarmos aqui hoje", disse à agência Lusa o responsável, considerando que a própria requalificação do lugar da Vista Alegre representa o cuidado que o grupo tem "em preservar o seu ADN".

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa, salientou que o projeto da Vista Alegre "é absolutamente diferente", ao ter conseguido não apenas renovar "aquilo que era uma aldeia industrial", mas assegurar outras dimensões no espaço, como o turismo ou a cultura.

"É uma boa referência para outros projetos. A Vista Alegre passou por dificuldades e, com conhecimento, inovação e criatividade, soube reerguer-se", salientou.

Portugal era o país com mais projetos entre os 21 finalistas do RegioStars, com dois do Norte e dois do Centro.

 

 





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT