A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Sindicatos denunciam falta de polícias na PSP de Viseu

 

Marcelo Pinto

Sindicato Independente dos Agentes de Polícia


 

Marcelo Pinto alerta para o facto de a segurança em Viseu e Lamego estar em risco


 

Superintendente Vítor Rodrigues

Comandante da PSP de Viseu


 

Vítor Rodrigues diz que o comando distrital precisa de mais agentes


23-05-2019
 

Os sindicatos denunciam a acentuada falta de polícias na PSP de Viseu. Segundo o Sindicato Independente dos Agentes de Polícia, no último reforço, o comando distrital recebeu apenas três novos polícias quando se prepara para perder 40 que vão para a reforma.

As mudanças nas esquadras vão também tirar homens da rua, alerta o sindicalista Marcelo Pinto. “O facto de as esquadras de intervenção policial e investigação criminal terem passado ao nível de esquadras complexas significa que os oficiais vão ter mais serviços. Os chefes terão de desempenhar outras funções e os agentes terão de assegurar o lugar no atendimento ao público”, diz ao Jornal do Centro.

Marcelo Pinto avisa que, se o comando distrital não receber mais operacionais, o apoio à população das cidades de Lamego e Viseu pode estar comprometido. “Em janeiro de 2020, a esquadra tem de reunir condições para a passagem à aposentação de cerca de 40 elementos. A PSP ou é reforçada com uma série de elementos ou o serviço pode estar seriamente em risco”, alerta.

Em resposta, o comandante da PSP de Viseu, o superintendente Vítor Rodrigues, desdramatiza a situação, ainda que admita que faltam meios no comando. “Não é verdade que venham a reformar 40 elementos em 2020, porque o número está dependente de um despacho do nosso diretor nacional. Daí que Viseu perde nos últimos anos quatro a cinco elementos para a pré-reforma”, diz.

Segundo Vítor Rodrigues, o comando distrital da PSP precisa de mais agentes. “Temos à volta de 260 homens entre Viseu e Lamego. Se pudesse ter 300, era o ideal, mas não há ideais. Vamos adaptando e temos de cumprir bem a nossa missão porque a criminalidade tem felizmente decrescido”, assume.

O comandante da PSP de Viseu garante ainda que o trabalho da polícia não está em causa.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT