25 jan
Viseu

Região

Covid-19: Hospital de Viseu suspende cirurgias programadas e não-prioritárias

por Redação

23 de novembro de 2020, 12:34

Foto Igor Ferreira

Estão internadas 95 pessoas infetadas com Covid-19, das quais 87 em enfermaria e oito em cuidados intensivos

CLIPS ÁUDIO

O Hospital de Viseu suspendeu as cirurgias programadas que não sejam prioritárias e envolvam internamento hospitalar, devido ao agravar da atual situação pandémica.

O anúncio foi feito esta segunda-feira (23 de novembro) pela administração do Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV), para responder ao aumento do número de casos de Covid-19 e fazer face ao “aumento da necessidade de vagas para internamento” de doentes com o novo coronavírus.

A administração diz que vai assegurar a “realização de cirurgias prioritárias e muito prioritárias e todas as cirurgias urgentes”, além do funcionamento das cirurgias de ambulatório no São Teotónio e também no Hospital Cândido de Figueiredo, em Tondela.

Os hospitais de dia e as consultas externas vão manter-se abertas, “prevendo-se algumas desmarcações de consultas não prioritárias que serão comunicadas aos utentes em devido tempo”, acrescenta o CHTV.

A administração refere que as novas medidas surgiram “na sequência das orientações da tutela, no âmbito do alargamento da capacidade de resposta à pandemia” e diz que, nesta altura, “todos os recursos são preciosos e é necessário reforçar a capacidade de resposta à Covid”.

Também segundo o CHTV, nesta altura, encontram-se internadas 95 pessoas infetadas com Covid-19, dos quais 87 em enfermaria e oito em cuidados intensivos.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts