29 nov
Viseu

Região

Plataforma Já Marchavas realiza marcha contra violência por racismo em Viseu

por Redação

05 de junho de 2020, 09:55

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

A Plataforma Já Marchavas vai realizar este sábado (6 de junho) uma marcha contra a violência por racismo e xenofobia. A iniciativa vai decorrer a partir das 18h00 no Rossio, em Viseu.

Em comunicado, o movimento justifica a realização desta marcha com a revolta que está a ser gerada devido à morte do afro-americano George Floyd, que faleceu depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de a vítima dizer que não conseguia respirar.

A Já Marchavas considera que “não pode manter-se em silêncio face a atentados racistas” e que, mais do que ser contra o racismo, é preciso rejeitar a violência racista.

Também em Portugal assistimos a atos de prepotência discriminatória, nomeadamente por parte de quem deveria estar ao serviço das pessoas e garantir o cumprimento do artigo 13.º da Constituição que consagra a igualdade de todos os cidadãos perante a lei”, explica o movimento, que lembra vários casos que aconteceram em Portugal.

A plataforma lembra ainda que ainda persistem situações de discriminação no acesso à educação, habitação e emprego por parte de comunidades de minorias e que existe manifestações institucionalizadas de racismo, nomeadamente nas forças policiais.

O grupo cita ainda um estudo da Universidade de Coimbra, que diz que “em 10 anos não existem condenações por discriminação étnico-racial nesta área e que nas áreas de educação e habitação apenas três das queixas resultaram em condenações”.

A plataforma vai disponibilizar desinfetante e pede aos manifestantes que cumpram as regras de prevenção face à Covid-19, nomeadamente o distanciamento físico e o uso de máscara.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts