08 Jul
Viseu

Região

Viseu: defendido o prolongamento de medidas para ajudar munícipes

por Redação

25 de Maio de 2020, 13:04

Foto Igor Ferreira

CLIPS ÁUDIO

A concelhia de Viseu do CDS defende que a Câmara de Viseu deve manter uma série de apoios criados para ajudar quem vive no concelho devido à crise pandémica.

O presidente da estrutura política, Carlos Cunha, defende que o alargamento do desconto de 15 por cento na fatura da água, uma medida que consta no programa Viseu Ajuda, deve ser prolongado.

“O desconto surgiu depois de um aumento que provocou grande contestação por parte dos viseenses e levou a que o executivo emendasse a mão. Entendemos que, face aos condicionalismos provocados pela pandemia e são poucas as famílias que não foram atingidas pelas sequelas, o desconto se deve manter até ao final do ano”, sustenta.

Além disso, os centristas consideram que a fatura da água e lixo para empresas devia ser reduzida e defendem que as rendas por edifícios camarários devem cair para metade até dezembro. Até lá, os feirantes também não deviam pagar taxas.

A concelhia de Viseu não sabe quanto custam estas medidas, mas Carlos Cunha garante que o município tem condições para suportar estas reduções. “Sei que há uma redução da despesa da Câmara, porque não havendo eventos culturais, há muito dinheiro que vai ficar em suspenso e pode ser perfeitamente canalizado para este tipo de atividades”, conclui.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts