01 out
Viseu

Saúde

Coronavírus: máscaras devem ser usadas em espaços abertos, defendem médicos

por Redação

12 de agosto de 2020, 10:50

Foto Igor Ferreira

Recomendação da Ordem dos Médicos

CLIPS ÁUDIO

A Ordem dos Médicos defende o uso de máscara em espaços públicos abertos. A recomendação surge no âmbito do Gabinete de Crise para a Covid-19 da instituição, que defende seis medidas para melhorar o combate à pandemia e preparar a época do inverno, incluindo a testagem a contactos de alto risco e a antecipação da vacinação contra a gripe.

Carlos Cortes, presidente da secção regional do Centro da Ordem dos Médicos, entende que o uso da máscara na rua é uma forma de proteção à pandemia, sobretudo em zonas em que não são respeitadas as regras de distanciamento.

“Em muitos países, nomeadamente da Europa, está a ser implementado o uso de máscara obrigatório nos locais públicos e nas ruas para evitar que as pessoas não tenham um nível de perigo que pode levar à contaminação e à transmissão”, argumenta. A recomendação foi feita pelo bastonário da Ordem, Miguel Guimarães.

Carlos Cortes diz que esta medida “serve para começarmos a pensar nas precauções que devem ser necessárias agora, depois deste verão, nomeadamente quando chegar o período de inverno, onde há um aumento muito importante das infeções de base respiratória”.

Os médicos defendem também o reforço dos testes à Covid-19. Para Carlos Cortes, “quanto mais pessoas identificadas, melhor. Prevendo o acesso aos testes, melhor”.

“Se o teste é negativo, não há necessidade de se fazer uma investigação e perceber quais os contactos. Estes recursos humanos, nomeadamente médicos, podem ser alocados para situações que o merecem, nomeadamente os casos de pessoas que foram verdadeiramente infetadas e têm teste positivo”, remata Carlos Cortes.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts