26 fev
Viseu

Sernancelhe

Sernancelhe: estradas e florestas limpas para evitar repetição dos incêndios de 2020

por Redação

23 de fevereiro de 2021, 12:11

Foto D.R.

CLIPS ÁUDIO

Os sapadores florestais da Câmara de Sernancelhe estão a limpar agora os terrenos e as florestas do concelho, com a coordenação do Gabinete Técnico Florestal da autarquia.

O município também está a recorrer a empresas de limpezas para garantir a gestão das faixas de gestão de combustível junto às estradas de Sernancelhe e noutras localidades, após os incêndios que atingiram o concelho no verão do ano passado.

Em comunicado, a Câmara de Sernancelhe refere que a segurança tem sido “uma aposta prioritária no que respeita a incêndios florestais, pois as mudanças climáticas, as altas temperaturas e os períodos de seca prolongados colocam o interior em níveis de risco muito elevado”.

“A solução é ter presente a segurança das populações”, acrescenta o executivo de Carlos Santiago, lembrando também as caraterísticas rurais do concelho e a ameaça que o fogo traz para a agricultura e as culturas.

Nesta altura, os sapadores florestais estão a realizar a limpeza das faixas de gestão de combustível na rede viária concelhia e noutras infraestruturas, tendo sido já feitos trabalhos na estrada que liga a localidade de Macieira a Penedono e São João da Pesqueira e também nas vias Ferreirim-Macieira, Chosendo-Seixo, Granjal-Lapa e Vila da Ponte-Sernancelhe.

Segundo explica a Câmara, a equipa, que representa um custo anual de cerca de 70 mil euros e é contemplado com um apoio de cerca de 40 mil euros do Fundo Florestal Permanente, terá de cumprir 110 dias de serviço público, sendo que deve intervir em cerca de 25 hectares para fins de limpeza.

Entre 1 de julho e 30 de setembro, dias que correspondem ao período crítico de incêndios florestais, os sapadores passarão a vigiar a floresta “em dias de alerta de probabilidade de ocorrência de incêndios”.

O Município de Sernancelhe contratou ainda uma empresa especializada em limpezas florestais “que vai executando trabalhos noutras localidades do concelho, pois a rede viária é extensa e requer trabalhos constantes, pelo menos nesta primeira fase, em que é preciso definir os 10 metros das faixas de proteção”.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts