02 Abr
Viseu

Sociedade

Um vinho do Dão no Top 10 da Essência do Vinho

por Redação

22 de Fevereiro de 2020, 15:37

Foto Arquivo Jornal do Centro

TÓPICOS

Dão

CLIPS ÁUDIO

Há um vinho do Dão no “Top 10 Vinhos Portugueses”, uma prova que vai na 13ª edição e que é promovida pela Revista de Vinhos no âmbito do evento Essência do Vinho – Porto, que está a decorrer até domingo no Palácio da Bolsa, no Porto.

Na lista encontra-se o Teixuga 2014, considerado o terceiro melhor branco, Caminhos Cruzados, Dão.

O vinho branco que alcançou a pontuação mais elevada foi o Regueiro Jurássico I, um blend de várias colheitas de Alvarinho, elaborado por Paulo Cerdeira Rodrigues na Quinta do Regueiro, em Melgaço (Região dos Vinhos Verdes).

Pela primeira vez, a prova pré-selecionou vinhos rosés para a grande final e o vencedor foi o Quanta Terra Phenomena Pinot Noir 2018, um Regional Duriense elaborado pelos enólogos e produtores Celso Pereira e Jorge Alves.

O vinho tinto que obteve melhor pontuação foi o Grande Rocim Reserva 2015, tinto alentejano produzido por Catarina Vieira e Pedro Ribeiro no Rocim, em Cuba – Vidigueira.

O vinho fortificado eleito como o melhor entre pares foi o Barbeito Malvasia 50 Anos O Japonês, Vinho Madeira elaborado por Ricardo Diogo Freitas, da Barbeito Vinhos.

Os restantes seis vinhos que integram o “TOP 10” são: Ramilo Malvasia de Colares 2017 (segundo melhor vinho branco, Manuel Francisco Ramilo & Filho, Colares – Lisboa), Quinta do Monte d´Oiro Reserva 2016 (quarto vinho tinto, Quinta do Monte d´Oiro, Alenquer – Lisboa), Palácio dos Távoras Gold Edition 2016 (terceiro vinho tinto, Costa Boal Family Estates, Trás-os-Montes), Obsessão 2007 (segundo melhor tinto, Altas Quintas, Alentejo), e Graham´s The Stone Terraces Porto Vintage 2017 (segundo melhor fortificado, Symington Family Estates, Vinho do Porto).

Para a final do “TOP 10”, o painel de provadores da Revista de Vinhos pré-selecionou um total de 46 vinhos, que obtiveram das melhores pontuações na publicação ao longo de 2019: brancos, rosés, tintos e fortificados (Portos, Madeiras e Moscatéis). Especialistas e líderes de opinião convidados, oriundos de uma dezena de países (Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, EUA, Inglaterra, Itália, Rússia, Suécia e Suíça) juntaram-se a portugueses e provaram, em prova cega, na manhã de 20 de fevereiro, no Palácio da Bolsa, os 46 vinhos. Os resultados foram anunciados no jantar realizado na Feitoria Inglesa, sexta-feira, dia 21.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts