08 Jul
Viseu

Manuela Antunes

OPINIÃO

Estranhos Frutos

27 de Junho de 2020, 07:00

CLIPS ÁUDIO

Estranhos Frutos

“As árvores do sul produzem estranhos frutos,
Sangue nas folhas e sangue nas raízes,
Corpos negros balançando na brisa do sul,
Estranhos frutos pendurados dos álamos.

 

É uma cena pastoril do galante sul,
Os olhos inchados e a boca torcida,
O perfume das magnólias, doce e fresco,
E logo o repentino cheiro a carne queimada.

 

Aqui está a fruta para os corvos arrancarem,
Para a chuva recolher, para o vento sugar,
Para o sol apodrecer, para as árvores largarem,
Aqui está a estranha e amarga colheita.”

 

Este poema foi escrito por volta de 1930 pelo poeta e activista americano Abel Meeropol, na sequência do linchamento de dois jovens cujo único crime era a cor da pele. O mesmo autor compôs mais tarde a música, e o tema foi popularizado por Billie Holiday, que fazia questão de o cantar em todos os espectáculos, mesmo contra a vontade, e sofrendo sérias represálias, dos empresários dos clubes onde actuava. Não é, hoje em dia, a canção mais conhecida do seu repertório, embora seja uma das mais sentidas – e porque será? Talvez pelas mesmas razões que nos levaram, quase um século passado, a voltar a ver estranhos frutos pendurados de árvores em diferentes locais dos Estados Unidos. Não, o racismo não morreu, em parte nenhuma do mundo.

E de entre a muita literatura que pode chegar ao fundo dos corações e das mentes, recomendamos hoje a autobiografia da mulher que nunca deixou de se indignar e de reclamar contra a violência, e que dela foi vítima, do início ao fim da vida. Lady sings the Blues

de Billie Holiday (Antígona, 1992), é capaz de deixar a boca amarga a quem a ler. Mas talvez – talvez – que quantas mais bocas amargar mais braços e vozes se erguerão para acabar de vez com o racismo.

O livro está esgotado, mas talvez numa biblioteca pública, leitor, ainda o consiga encontrar. Quanto à música, quiçá pouco melodiosa para ouvidos habituados à pop e à dolce vita, essa é muito fácil de descobrir na Internet. Atreva-se!

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts