29 out
Viseu

Rogério Matias

OPINIÃO

Orgulho em nós

De um modo geral, Portugal (Governo e cidadãos) tem tido um comportamento positivo face à pandemia. Que nos deve orgulhar

11 de maio de 2020, 15:31

CLIPS ÁUDIO

De um modo geral, Portugal (Governo e cidadãos) tem tido um comportamento positivo face à pandemia. Que nos deve orgulhar.

O Governo e as entidades oficiais têm estado quase sempre bem ao nível das decisões que se impunham, apesar de algumas exceções que, na minha opinião, eram escusadas e teria sido preferível que não tivessem acontecido. Ter-se-ia evitado a sensação de que, em certas coisas, somos todos iguais, mas alguns são mais iguais que outros.

A esmagadora maioria dos cidadãos, individualmente, também tem tido um comportamento bastante positivo. As exceções que de vez em quando fazem notícia são isso mesmo e, no fundo, confirmam a regra.

No âmbito da minha atividade e tanto quanto tenho observado e conversado com colegas, tem sido impressionante a capacidade de reação e adaptação de professores e alunos (e encarregados de educação, nomeadamente no ensino básico).

Da minha experiência pessoal, devo confessar que estou impressionado com os alunos. Aquilo que, de um dia para o outro (literalmente) lhes foi exigido, não é brincadeira. Para além de uma capacidade de adaptação notável, têm demonstrado uma resiliência extraordinária e uma atitude fantástica, independentemente do ano curricular em que se encontram.

Estou realmente orgulhoso deles e, porque não também dizê-lo, de nós professores.

Até ver, pode considerar-se que o combate à pandemia tem sido bem-sucedido. A continuação deste sucesso, do ponto de vista sanitário, depende de cada um de nós, individualmente. Essencialmente dos nossos comportamentos.

Depois da pandemia sanitária ficará outra, económica e social. Também aqui os comportamentos individuais terão um papel fundamental. Seria excelente se cada um de nós, tanto quanto isso for possível, privilegiasse produtos portugueses e comércio local. Seria excelente que daqui a uns tempos nos sentíssemos orgulhosos de nós, também neste capítulo.

Artigo disponível em www.rogeriomatias.com/blogue, onde pode ser lido e comentado.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts