A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

"As lideranças regionais do PS em Viseu são incompetentes"

Conversa Central, José Junqueiro
 

Conversa Central com José Junqueiro

Programa completo


08-12-2019
 

Há cada vez mais queixas dos utentes do Centro Hospitalar Tondela Viseu (CHTV). Até quando resiste o Hospital de S. Teotónio?

É uma falta de humanidade que me revolta e critico. O Governo deve tomar decisões fortes para resolver estes problemas. Há quem não aguente tanta espera e desorganização no hospital público e depois vai para o privado. Não pode ser. Isto é o resultado claro da falta de uma liderança política local e regional forte que deixa arrastar as situações no hospital de Viseu.

O conselho de administração do CHTV tem sido também alvo de críticas. Deve ser alterado?

Sem dinheiro e sem as autorizações do Governo, este ou outro conselho de administração teria muitas dificuldades em alterar as coisas. Sem uma melhor organização interna, que já dependerá de quem administra, haverá sempre muitas dificuldades.

Mesmo dentro do PS Viseu há dirigentes que defendem a alteração do Conselho de Administração e até já se falou no nome do Dr. José Junqueiro como possível administrador do hospital...

Essas conversas não são de amigos. Isso é uma boateira para me colocar numa situação difícil, numa coisa que nunca me passou pela cabeça. Não tenho para essa matéria nenhuma apetência e entendo que no hospital há recursos suficientes para resolver esse problema.

Vamos pôr os nomes nos responsaveis. A liderança distrital do PS e os deputados socialistas têm responsabilidade no caos a que chegou o hospital de Viseu?

Quero ser claro. Não tenho nenhuma dúvida sobre isso. Eu não falo das pessoas, mas a atual liderança regional do PS não tem tido força para obrigar a uma mudança de atitude do Governo perante as necessidades do hospital. É uma questão de factos. Houve soluções para os problemas do hospital? Não houve. Foram competentes? Não foram.

Vamos a meio do atual mandato autárquico, mas já se começam a definir candidatos para as eleições autárquicas de 2021. Em Mangualde, o PS escolheu Marco Almeida, atual presidente da junta da cidade como candidato à presidência da Câmara. É uma candidatura natural?

É. Nas últimas autárquicas ganhou a junta de Mangualde com uma votação expressiva. Pela primeira vez a candidatura foi submetida a votação secreta dentro do partido. Foi aprovada apenas com um voto branco.Tem um forte apoio. É o melhor candidato do PS para as próximas eleições autárquicas.

Faltam dois anos para as próximas eleições autárquicas. É uma candidatura anunciada com demasiada antecipação?

Era bom que os candidatos fossem anunciados com esta antecedência. Isso permitiria um debate muito mais intenso e mais rico. Se isso acontecesse em Viseu seria extraordinariamente positivo para o PS. Saberíamos quem era o interlocutor que iria debater, quase em pé de igualdade, com o atual presidente da Câmara de Viseu sobre o que se quer para o futuro do concelho.

O nome cada vez mais apontado para candidato do PS à Câmara de Viseu é o de João Paulo Rebelo, atual secretário de Estado da Juventude e Desporto...

Não tenho informação privilegiada sobre isso, mas é uma pessoa capaz. Oxalá isso possa acontecer. Tem experiência de gestão privada e no desempenho de funções públicas de grande responsabilidade. Se for candidato terá todo o meu apoio.

Outros temas abordados na Conversa Central: as explicações do presidente às contas da Câmara de Viseu; o prémio nacional do MUV; as obras e cobertura anunciada para o Mercado 2 de Maio; o travão do Presidente da República à regionalização; as políticas mundiais do ambiente.





  • 2002 - 2020 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT