A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Casa do Povo de Sátão: “A obra está parada porque não temos verbas”

Centro Solidário, entrevista
 

Centro Solidário com Armando Cunha

Programa completo


01-12-2019
 

Criada em 1966, a Casa do Povo de Sátão presta apoio à infância e terceira idade. Tem disponíveis várias valências. Em construção tem um lar. O presidente, Armando Cunha, fala do trabalho desenvolvido.

Como surgiu a instituição?

A Casa do Povo de Sátão foi fundada a 6 de setembro de 1966 com o objetivo de prestar apoio social porque naquela altura não existia a Segurança Social. Eram as casas do povo que assegurava esse sistema. Mais tarde passou a dar respostas na área do desporto e cultura. Tivemos também uma banda de música, que já não existe. No ano 2000 conseguimos reconhecer a Casa do Povo como Instituição Particular de Solidariedade Social.

Qual foi a primeira valência?

Iniciámos com ATL em 1997 e a partir dessa data fomos crescendo. Para colmatar uma necessidade na terceira idade avançamos também com o apoio domiciliário e centro de dia. Na freguesia não havia nenhum apoio aos idosos. Ainda nos falta a resposta de internamento. Um lar. Um projeto que arrancou mas está parado.

Qual o ponto de situação da obra?

O lar está construído a 50 por cento e já investimos mais de 600 mil euros. A obra está parada porque não temos verbas para continuar e precisamos de um grupo de pessoas que tome em mãos o processo. Também é preciso o querer da comunidade porque às vezes ficamos com a sensação que as pessoas só quando precisam das coisas é que dão valor a quem trabalha.

E a nível das entidades locais, como têm sido apoiados?

Na questão do lar a Câmara Municipal de Sátão comparticipou com uma verba significativa, com a ligação do saneamento, a construção de um PT para fornecimento da rede elétrica e ficamos por aqui, não tem havido mais apoios e isso custa-nos um pouco.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT