Geral

11 de 12 de 2023, 10:24

Diário

Marcha LGBTQIA+ de Viseu marcada para 12 de outubro de 2024

Marcha vai na sétima edição e irá assinalar no próximo ano o 50.º aniversário da Revolução dos Cravos, que “permitiu a construção de um movimento político pelos direitos LGBTQIA+ em Portugal”

6ª Marcha de Viseu Pelos Direitos LGBT

Fotógrafo: Diogo Paredes

A Marcha LGBTQIA+ de Viseu regressa a 12 de outubro de 2024. O anúncio foi feito pela Plataforma Já Marchavas, que organiza a iniciativa, sendo que a marcha vai entrar na sétima edição.

O movimento refere em comunicado que vai aproveitar a ocasião para celebrar os 50 anos da Revolução dos Cravos, que “permitiu a construção de um movimento político pelos direitos LGBTQIA+ em Portugal”, e também sete anos de luta pelos direitos das pessoas homossexuais, lésbicas, bissexuais, transgéneras, queers, intersexuais e assexuais em Viseu.

A revolução do 25 de abril de 1974 derrubou o regime do Estado Novo, que “criminalizava e perseguia as minorias sexuais” e transformou-se numa “semente de esperança” que permitiu a criação de movimentos pelos direitos LGBTQIA+ em Portugal e também de movimentos feministas, recorda o Já Marchavas.

“50 anos depois, o movimento LGBTQIA+ e feminista consolidou-se, uniu-se, e as conquistas jurídico-legais alcançadas foram muitas, nem esquecemos as resistências ao reconhecimento, visibilidade e respeito pela diversidade. 50 anos depois, cerca de 30 marchas ocupam as ruas de todo o país para reivindicar direitos LGBTQIA+ e para garantir que não são revertidos”, conclui o movimento.

Em outubro, mais de uma centena de pessoas participaram na sexta Marcha LGBTQIA+ de Viseu e percorreram o centro da cidade.