Geral

22 de 02 de 2024, 17:30

Diário

Turismo do Centro defende aeroporto para a região

Em Fátima, a vice-presidente da entidade regional defendeu localização do novo aeroporto em Santarém. Fernando Ruas admitiu há dois anos que gostaria que Viseu recebesse a infraestrutura

Aerodromo de Viseu

Fotógrafo: Igor Ferreira

O Turismo do Centro defende a solução de um novo aeroporto para a região e aponta para Santarém como a localização desejada. A sua vice-presidente, Anabela Freitas, disse esta quinta-feira que um aeroporto na zona Centro é o que melhor defende os interesses do país, sendo a única hipótese que reforça a coesão social.

As declarações foram feitas durante a sessão de abertura da 11.ª edição do IWRT - Workshop Internacional de Turismo Religioso, que decorre em Fátima.

Na sua intervenção, Anabela Freitas considerou que a decisão do novo aeroporto é importante para o setor turístico na região Centro.

"O turismo é uma alavanca importante para a coesão territorial, para a fixação de pessoas no território. A decisão do novo aeroporto é fundamental para o desenvolvimento deste setor. Defendemos que essa estrutura aeroportuária deveria ser construída na região Centro, em Santarém, não só para alavancar aquilo que é a economia, e em particular o turismo, mas sobretudo para promover a coesão territorial", disse.

O presidente da Agência Regional de Promoção Turística do Centro de Portugal (e ex-líder da Entidade Regional de Turismo), Pedro Machado, também falou do aeroporto como uma solução de coesão territorial.

“Não se deve construir uma nova estrutura aeroportuária onde já existe uma carga elevada de pessoas e de infraestruturas, como acontece em Lisboa, mas sim num local que contribua para o reforço da coesão territorial, como é o caso de Santarém”, afirmou.

Ainda no Workshop Internacional de Turismo Religioso, a presidente da Associação Empresarial Ourém Fátima, Purificação Reis, recorda que já tinha defendido igualmente a solução de Santarém para receber o aeroporto. "O futuro aeroporto em Santarém seria uma verdadeira solução para a coesão do país e contribuiria em muito para afirmar Fátima no mundo", disse.

O tema do aeroporto tem sido debatido nos últimos tempos. O presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, admitiu em 2022 que gostaria de ver a infraestrutura instalada no concelho, tendo sugerido o Aeródromo como lugar para a eventual construção.

O responsável defendeu também uma solução “dois em um” para o novo aeroporto. “Penso que é altura de se pensar num aeroporto a norte de Lisboa para equilibrar o país. Não faz nenhum sentido mais um a sul. Todos os aeroportos, à exceção do do Porto, estão a sul do Tejo. Tem algum sentido? Mora lá a população quase toda, é? Não mora”, apontou na altura o também presidente da CIM Viseu Dão Lafões.