Geral

08 de 06 de 2023, 12:36

Diário

Agrupamento de Escolas de Mangualde distinguido por projeto de desenvolvimento curricular

O projeto conta com uma equipa de professores, especialistas, parceiros do tecido empresarial, do ensino superior e de entidades educativas nacionais, que desenvolveram mais de 100 atividades no âmbito da Academia STEM

O Agrupamento de Escolas de Mangualde foi o primeiro de Portugal a receber a distinção “STEM School Label Expert”, por um projeto de desenvolvimento curricular local que tem como objetivo promover a qualidade da aprendizagem dos alunos.

O vereador da Educação da Câmara Municipal de Mangualde, Rui Costa, explicou hoje que se trata da “mais alta distinção do STEM (Science, Technology, Engineering and Mathematics)”, uma metodologia que está instituída no agrupamento desde 2018.

“A atribuição desta distinção é, para nós, o culminar de um trabalho de cinco anos”, no âmbito de um compromisso assumido pelo município de Mangualde (distrito de Viseu), em articulação com o Agrupamento de Escolas de Mangualde e com o Centro de Formação de Professores EduFor, frisou.

O projeto conta com uma equipa de professores, especialistas, parceiros do tecido empresarial, do ensino superior e de entidades educativas nacionais, que desenvolveram mais de 100 atividades no âmbito da Academia STEM de Mangualde.

“Sair da caixa não é fácil, mas em Mangualde aconteceu”, realçou Rui Costa, considerando que “a responsabilidade agora é maior, a visibilidade também vai ser maior, porque vai haver muita gente a querer saber o que são as atividades STEM”.

Esta metodologia permite uma abordagem diferente, com um espaço físico variado (dentro ou fora da escola) e multidisciplinaridade simultânea (com diferentes professores), mudando pedagogicamente o ensino, de forma a torná-lo mais atrativo para os alunos, e recorrendo a novas ferramentas tecnológicas e digitais.

Fábio Ribeiro, um dos coordenadores da Academia STEM, frisou que, com Mangualde, passam a existir sete escolas na Europa com o selo de nível mais elevado (“Expert”).

“Não há mais nenhuma escola em Portugal com este nível. É um feito extraordinário”, frisou Fábio Ribeiro, acrescentando que “quem beneficia são sempre os alunos”.

A subdiretora do Agrupamento de Escolas de Mangualde Goreti Tavares considerou que esta distinção acarreta “uma grande responsabilidade, porque vai obrigar ainda mais e ainda melhor, para que o seu prazo de validade possa ser prolongado” para além do ano e meio.

“Reconhece algo que se construiu, que foi o trabalho colaborativo entre a escola e os nossos parceiros e embaixadores”, frisou.

Segundo Goreti Tavares, a distinção não seria possível sem o empenho dos professores, “porque embora seja desenvolvimento curricular, há todo um trabalho feito muito para além do horário”.

Foram trabalhadas três áreas, nomeadamente Matemática, Físico-Química e Ciências, tendo o projeto, ao longo dos cinco anos, já chegado ao ensino secundário, acrescentou.

O presidente da Câmara de Mangualde, Marco Almeida, afirmou que este é “um momento de grande importância” para o concelho, por ter sido reconhecido “o trabalho feito nas atividades da Academia STEM”.

“Mas também vimos reconhecido o trabalho da rede e é assim que nos temos dado bem. Temos tido o cuidado de priorizar o trabalho em rede e está aqui um dos melhores resultados: a escola e o município juntaram-se com o objetivo comum de criar as melhores condições para que este território se pudesse tornar diferenciador”, sublinhou.

A Academia STEM de Mangualde conta com financiamento da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões que, juntamente com o investimento do município, tem permitido a sua sustentabilidade.