Geral

23 de 09 de 2023, 18:30

Diário

Leandro, o penalvense que desafia CR7 e Jesus nas Arábias

Tem 32 anos e está quase sete mil quilómetros longe de Portugal. É agora treinador adjunto de um clube que joga a Primeira Divisão da Arábia Saudita, o Al Hazem. A gastronomia obrigou a adaptações, o clima, também. O jovem técnico chegou a estar detido por usar... calções. O país está mais aberto ao mundo (e nos costumes!) e o futebol, garante, é o fator maior de tamanha mudança

O que te vês a fazer daqui a 10 anos? Já tantas vezes nos perguntaram isto e outras
tantas vezes nos questionámos. Se aos 11 anos, quando começou a dar os primeiros
toques na bola, dissessem a Leandro Monteiro que um dia ia treinar num dos campeonatos mais mediáticos no mundo, cerca de 20 anos depois, provavelmente a criança iria sorrir, como quando se marca um golo.

Os primeiros remates certeiros que fez, foi num velhinho pelado, no Campo da Cerca, em Penalva do Castelo. “A minha paixão pelo futebol é tal que eu era infantil e comecei a jogar nos iniciados. Tinha 11 anos e muitos dos meus colegas tinham 14”, começa por contar Leandro. A diferença de idades deu muitas vezes lugar a contactos que, para o jovem Leandro quase sempre acabaram em quedas. O tal desporto que é um jogo de contacto foi sempre a paixão maior do jovem penalvense.

E nunca esmoreceu. O Sporting da Covilhã foi a segunda experiência. Foi na Serra que estudou Ciências do Desporto já com o foco na hipótese de vir a ser treinador de futebol. E da teoria à prática começou por treinar os infantis do clube serrano. “Surgiu aí oportunidade de ser coordenador do scouting do futebol sénior do Covilhã, com convite do Filipe Moreira. No ano seguinte, o Francisco Chaló vai treinar o Covilhã e convida-me para integrar a equipa técnica dele. Era treinador adjunto dos seniores e principal de algumas equipas de formação. Sou-lhe muito grato”, reconhece.

Depois conhece Filipe Gouveia, alguém que o acompanha há cinco anos. E só num desses anos, a dupla treinou em Portugal. Filipe como treinador principal, Leandro, com adjunto.


(Para ler na íntegra na edição do Jornal do Centro)